terça-feira, 21 de agosto de 2012

Os presos politicos saharauis da Prisão de Salé 02 manifestam a sua determinação de continuar a lutar pela liberdade e a independência



Os presos políticos saharauis (Grupo Egdeim Izik) manifestaram a sua firme determinação de avançar pelo caminho traçado pelo povo saharaui através dos sacrifícios, fundamental para conquistar o seu direito legítimo à liberdade e à independência nacional, A tomada de posição dos presos surge em carta dirigida ao Presidente da República e Secretário-Geral da Frente Polisario, Mohamed Abdelaziz, por ocasião do fim do Ramadão.

“Neste feliz e bendito Dia renovamos a nossa lealdade, e reafirmamos a nossa firme decisão de avançar pelo caminho dos nossos mártires ". Afirma-se na carta que é assinada pelos presos da Prisão local de Salé 02, os presos de Gdim Izik.

 "Desde  as entranhas da  terrível prisão local de Salé 2  queremos  celebrar convosco e com as comunidades muçulmanas   o dia de Eid al-Fitr, e aproveitar a oportunidade para felicitar o irmão Mohammed Abdelaziz, Presidente da Republica  e  Secretário-Geral da Frente Polisario, e na sua pessoa todos os membros do Secretariado Nacional , os combatentes do  Exército  Popular de Libertação Saharaui, nos nossos compatriotas noa acampamentos do orgulho  e da dignidade, os cidadãos nos territórios ocupados e as comunidades no estrangeiro ,acrescenta o texto da carta dos presos de Egdeim izik.

"Pedimos a Deus Todo Poderoso que conceda o desejo do nosso povo a existir sem dominações, entre as nações e os povos gozam de soberania sobre o seu território”, acrescenta a mensagem.

Existem atualmente 67 presos saharauis nas masmorras marroquinas, entre eles 23 presos políticos saharauis na prisão de Salé e os restantes nos cárceres marroquinos de Ait Melloul, Tiznit, Taroudant (sul de Marrocos), Kenitra (nas imediações de Rabat).

SPS

Sem comentários:

Publicar um comentário