domingo, 30 de janeiro de 2011

"O Reino Unido apoia plenamente o direito do povo saharaui à autodeterminação»

O sub-secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Alistair Burt, declarou sexta-feira, no decurso da sua intervenção na Câmara dos Comuns num debate sobre o Sahara Ocidental, que o governo do seu país "apoia plenamente" o direito inalienável do povo saharaui à autodeterminação.

"O Reino Unido apoia plenamente o direito do povo saharaui à autodeterminação e saúda os esforços do enviado pessoal do SG da ONU para o Sahara Ocidental, Christopher Ross, com via a encorajar as partes a empenhar-se num diálogo sem condições prévias", afirmou Alistair Burt

"O governo (britânico) adopta a posição do Conselho de Segurança da ONU, apelando a uma solução política justa, duradoira e mutuamente aceitável que preveja a autodeterminação do povo do Sahara Ocidental", acrescentou.

"A ausência de uma resolução para o conflito do Sahara Ocidental impede a integração regional e a cooperação em muitos domínios ", referiu o responsável britânico.

O Governo do Reino Unido apoia a ideia de um mecanismo independente de verificação da situação dos direitos humanos, afirmou Burt, que insistiu que sem um mecanismo independente raramente é possível dar seguimento as denúncias de violações de direitos humanos.

O Reino Unido continuará a garantir que os directos humanos e a dimensão humana do conflito permaneçam no centro do debate, inclusive durante as conversações sobre o mandato da MINURSO (Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sahara Ocidental) no próximo mês de Abril, referi Alistair Burt.

Sem comentários:

Publicar um comentário