sábado, 23 de junho de 2012

Brutal repressão em El Aaiun durante a receção a um preso político saharaui


Abdelmoutalib Sarir,
o jovem saharaui libertado
após um mês de prisão
 


Ontem, sexta-feira, 22 de junho de 2012, as autoridades de ocupação libertaram Abdelmoutalib Sarir, de 26 anos, um jovem preso político saharaui. Passou um mês na Prisão Negra de El Aiun acusado de atacar a um funcionário da polícia.

Este tipo de acusação é feita, naturalmente, pelos próprios polícias quando encontram resistência ao atacarem militantes saharauis.
Como motivo de celebração da sua libertação, a família e os amigos tinham preparado uma festa em sua homenagem.

Desde a manhã, as forças de ocupação rodearam a casa da família Abdelmoutalib Sarir. A festa teve lugar pela tarde. Foram gritadas palabra-de-ordem a favor da autodeterminação e a independência do Sahara e desfraldada a bandeira da República Saharaui.
Após a receção, os participantes abandonaram o local e alguns deles foram atacados por polícias marroquinos.

Mulheres saharauis durante
a festa de receção a Abdelmoutalib Sarir

Segundo testemunhas, os polícias estavam particularmente centrados em atacar jornalistas e ativistas.

Hayat Rguibi, de 23 anos, membro da Equipa EM (Equipa Mediática), estava com duas amigas quando 20 polícias os atacaram. Foram particularmente violentos com Hayat. Conduziram-na ao hospital depois de Hayat ter desfalecido após a série de brutalidades que sofreu. Familiares dela informam que está ferida nas costas e na cabeça.

Também Mohmaed Dadach,
o saharaui que mais anos 

passou na prisão, 
foi espancado
Mohamed Kher, de 22 anos, membro da EM, e Sidi Mohamed Dadach, de 58 anos, presidente do CODAPSO (Comité de Defesa do Direito de Autodeterminação do Povo do Sahara Ocidental), também foram atacados diante de toda a gente por duas dezenas de polícias marroquinos.

A lista provisória dos outros feridos é a seguinte:
As senhoras Ghalia Joumani e Aicha Sarir, esta mãe do jovem libertado. Abdelkader Sarir, Byay Abdelaziz, Salami Mohamed, Youssef Khouaja, Saleh Rguibi e Babeit Ali Salem.

Equipo mediático – El Aiun

Sem comentários:

Publicar um comentário