quarta-feira, 18 de julho de 2012

EUA continuarão a apoiar o Enviado Pessoal do SG da ONU para o Sahara Ocidental – afirma embaixador norte-americano em Rabat


Samuel Kaplan, embaixador dos EUA em Marrocos

O embaixador dos EUA em Marrocos, Samuel Kaplan, afirmou que o seu país continuará a apoiar o enviado pessoal do Secretário-Geral das Nações Unidas para o Sahara Ocidental, Christopher Ross, até ao final da sua missão de encontrar uma solução para o conflito do Sahara Ocidental.

"Os Estados Unidos continuarão a apoiar o Sr. Christopher Ross, até ao final da sua missão de encontrar uma solução para o Sahara Ocidental", afirmou Kaplan num entrevista ao diário marroquino em língua árabe "Al Massae", acrescentando que o seu país apoia "o processo conduzido pela ONU, e de que Christopher Ross é parte".

Kaplan, recordou que Ross tinha sido nomeado pelo Secretário-Geral da ONU, sublinhando que "os esforços da ONU só poderão ter êxito se existir apoio ao enviado pessoal".

Marrocos decidiu no passado mês de maio retirar a confiança a Christopher Ross, alegando que as suas decisões foram "parciais e desequilibradas" e que os "seus comportamentos saem das normas estabelecidas pelas negociações no Conselho de Segurança”.

Após a decisão marroquina, o porta-voz do SG da ONU, Martin Nesirky, afirmou que Ban Ki-moon, tinha "plena confiança" em Christopher Ross.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA afirmou também que o seu país "apoia o processo empreendido pelo Secretário-Geral da ONU sobre o Sahara Ocidental e os esforços do seu enviado pessoal, Christopher Ross".

Também na semana passada, o porta-voz adjunto do SG da ONU, Farhan Haq, reafirmou que Ban Ki-moon mantem "plena confiança" no seu Enviado Pessoal para o Sahara Ocidental.

Questionado sobre a informação veiculada recentemente por um diário árabe publicado em Londres de que o Secretário-Geral da ONU teria recebido a negativa de vários diplomatas internacionais para substituir o seu Enviado Pessoal para o Sahara Ocidental, Haq reiterou, sem mais comentários, que "o Secretário-Geral tem plena confiança em Christopher Ross". (SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário