quinta-feira, 19 de julho de 2012

Presidente da RASD: "A chave para a solução da questão saharaui está em Paris"



O Presidente dla República Árabe Saharaui Democrática (RASD) e SG da Frente Polisario, Mohamed Abdelaziz, afirmou esta terça-feira em Bumerdes, Argélia, que "a chave para a solução da questão saharaui está em Paris" sobretudo porque França é uma potência mundial e tem direito de veto no Conselho de Segurança das Nações Unidas".

Numa conferência de imprensa realizado no encerramento da Universidade de Verão para os Quadros da RASD, o Presidente Abdelaziz pediu ao novo governo francês que "dê passos positivos em relação à questão saharaui exercendo pressão sobre o Governo marroquino para que este reconheça o direito do povo saharaui à autodeterminação".

Abdelaziz referiu que o conflito do Sahara Ocidental durou já demasiado tempo, e acrescentou que "o facto de ele obstaculizar os esforços para a solução pacífica é bem claro", numa clara alusão à França.

O Presidente saharaui afirmou que está otimista a chegada do novo governo francês, formulando a esperança de que ele venha a "adotar as medidas necessárias como parte dos esforços para resolver este conflito, em conformidade com as normas estabelecidas pela legalidade internacional".

Mohamed Abdelaziz, num discurso pronunciado no encerramento da Universidade de Verão para os Quadros da RASD e a que assistiram vários embaixadores acreditados em Argel, um representante do Ministério dos Negócios Estrangeiros da África do Sul e o Presidente da Coordenadora Europeia de apoio ao Povo Saharaui (EUCOCO), sublinhou que "a intransigência do governo marroquino num solução pacífica do conflito põe em perigo a paz e a segurança e impede o processo de integração e a construção da União do Magreb Árabe (UMA)".

(SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário