segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Secretária-Geral da Organização das Mulheres Moçambicanas defende a necessidade da organização imediata do referendo de autodeterminação no Sahara Ocidental



A Secretária-Geral da Organização das Mulheres de Moçambicanas (OMM) e membro do Comité Central do Partido Frelimo, Amelia Franklin, afirmou que é uma necessidade a realização imediata do referendo sobre a livre determinação do povo saharaui. A afirmação foi proferida num encontro com o embaixador saharaui em Moçambique, Zenan Mohamed Brahim.

"A ocupação continua da RASD pelo Reino de Marrocos é uma grande preocupação não só para as mulheres de Moçambique mas para todas as mulheres do mundo amantes da paz, da liberdade e do progresso, referiu Amelia Franklin.

A OMM manifesta o seu apoio incondicional à causa saharaui e condena as sistemáticas e graves violações dos Direitos Humanos nos Territórios Ocupados do Sahara Ocidental.

A organização moçambicana denuncia também a exploração ilegal e o saqueio dos recursos naturais do Sahara Ocidental, e faz um apelo à comunidade internacional e em particular à ONU para que redobre os seus esforços para garantir o respeito dos direitos humanos no Sahara Ocidental e a realização do referendo". 

SPS

Sem comentários:

Publicar um comentário