quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Governo britânico reafirma apoio ao direito do povo saharaui à autodeterminação



Londres, 05/01/2016 (SPS) – O Governo britânico reafirmou o seu apoio ao direito do povo saharaui à autodeterminação e aos esforços do Secretário-Geral das Nações Unidas tendentes a encontrar uma solução justa e duradoura para a questão saharaui em conformidade com os princípios e objetivos da ONU.
“A posição do governo britânico mantem-se constante quanto à soberania do Sahara Ocidental e ao apoio aos esforços do Secretário-Geral da ONU para encontrar uma solução justa e duradoura (…) que permita a autodeterminação do povo saharaui, em conformidade com os princípios e objetivos da ONU “, precisa uma carta enviada esta quarta-feira à representação da Frente Polisario em Londres pelo chefe do Departamento do Magreb Árabe no ministério britânico  dos Negócios Estrangeiros, Christopher Gilf.
O alto funcionário britânico afirma ainda que o “Governo Britânico acompanha o julgamento do grupo de Gdeim Izik, e enviou um representante da Embaixada britânica em Rabat para assistir ao julgamento que estava aprazado para o dia 26 de dezembro e que foi adiado para 23 de janeiro de 2017.

O responsável britânico acrescenta na carta que ”observadores internacionais e organizações de direitos humanos tinha assistido ao julgamento junto com o coletivo internacional de advogados (Bélgica, França, Espanha), e que o seu governo” acompanhará com interesse o julgamento em coordenação com Missão da União Europeia em Rabat».

Sem comentários:

Publicar um comentário