sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Activista saharaui dos direitos humanos preso em Agadir trasladado para um hospital da cidade devido ao seu grave estado de saúde

A administração penitenciária da prisão marroquina de "Ait Melloul", em Agadir, trasladou no dia 28 de Dezembro, Yahya Mohamed el Hafed, defensor saharaui dos direitos humanos, para um hospital da cidade do sul de Marrocos, devido à deterioração do seu estado de saúde, informou hoje o Ministério dos Territórios Ocupadas e das Comunidades da RASD.

Segunda aquela fonte, Yahya Mohamed , pediu que lhe proporcionassem tratamento médico e vigilância sanitária devido às dores e enfermidades que afectam o seu corpo desde o final da greve de fome de dois meses que realizou em meados de 2009, como asma, reumatismo, dores de estômago e hemorróidas.

Yahya Mohamed el Hafed, de 44 anos, é pai de três filhos e cumpre uma pena de 15 anos de prisão pelas posições políticas que defende relativamente à autodeterminação do Sahara Ocidental e a suas actividades em prol dos direitos humanos. Foi preso no dia 29 de Fevereiro de 2008 na cidade de Tan Tan,no sul de Marrocos.

SPS - agência noticiosa saharaui

Sem comentários:

Publicar um comentário