domingo, 12 de agosto de 2012

Frente Polisario realça significado da visita dos cooperantes espanhóis aos acampamentos de refugiados saharauis



O secretariado de organizações políticas e de massas realçou o particular significado da visita dos cooperantes espanhóis aos acampamentos de refugiados saharauis, e qualificou-o de "solidariedade profunda", refere em comunicado.

 A reunião deste sábado, presidida pelo Presidente da Republica Mohamed Abdelaziz, evocou o importante papel desempenhado pelas populações saharauis nos territórios ocupados, no sul de Marrocos e nas universidades, expressando solidariedade e simpatia com a sua luta.

A declaração condena energicamente as práticas arbitrárias e inumanas cometidas pelo aparelho de Estado marroquino contra os saharauis, e nesse sentido reafirma a solidariedade com todos os presos políticos saharauis nas prisões de Marrocos, e também com Mohamed Hafed Aiza, assim como com os presos políticos de Gdeim Izik e Dakhla, reclamando a sua libertação imediata e incondicional.

O secretariado centrou-se igualmente nas perspetivas de trabalho no próximo período do ano em curso, em que terão lugar uma série de atividades, programas e acontecimentos nacionais, como: a comemoração do 37º aniversário da unidade nacional, a 12 de outubro; o segundo aniversário da epopeia de Gdeim Izik , a 10 de outubro; a preparação do 40 º aniversário da criação da Frente Polisario e o desencadeamento da luta armada; o 7 º Congresso da União de Trabalhadores Saharauis (UGTSARIO); e a semana cultural de arte popular no próximo mês de outubro.

A reunião discutiu a importância da boa preparação do processo de renovação das estruturas de base, passo fundamental para o êxito, dado tratar-se de uma etapa fundamental para o avanço da gestão democrática, de acordo com as decisões assumidas no 13 º Congresso da Frente Polisario. (SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário