segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Relator Especial contra a Tortura da ONU reúne com organizações de direitos humanos saharauis




Juan Méndez, Relator Especial das Nações Unidas em matéria de violações de direitos humanos, iniciou a sua agenda de trabalho hoje de manhã em El Aaiún, capital ocupada do Sahara Ocidental, com uma reunião com o defensor de direitos humanos saharaui El Arbi Mesaud, Secretário-geral do Comité de Defesa saharaui para os Direitos Humanos (CODESA), encontro que se prolongou por uma hora e meia em casa do defensor saharaui.
O Relator da ONU contra a Tortura reuniu-se na mesma residência  com o Comité Executivo  dos Defensores saharauis de direitos humanos presidido pela militante saharaui Aminetu Haidar, além dos restantes membros da direção executiva, Ali Salem Tamek, El Arbi Mesaud, El Mami Amer Salem, Mohamed Salem Lakhal, Husein Lidri e Al-lal Latif.
Juan Méndez e a delegação que o acompanha, teve ainda outra reunião de trabalho com representantes do Comité de Defesa da Autodeterminação do Povo Saharaui, CODAPSO. A exposição dos defensores saharauis centrou-se no seu trabalho sobre as graves violações dos direitos humanos que exerce o Estado marroquino contra a população saharaui que vive sob a sua administração nos territórios ocupados.
Neste encontro, o ex-preso político saharaui Mohamed Daddach, Secretário-Geral da CODAPSO e o vice-secretário, Hmad Hammad, apresentaram ao Relator e à delegação que o acompanha mais de cem testemunhos de torturas documentadas e degradantes maus-tratos inumanos cometidos pelo Estado marroquino contra saharauis. Na reunião foram também denunciadas as graves violações de direitos humanos que sofre o povo saharaui como resultado da sua firmeza e adesão inalienável ao seu direito à livre determinação e à independência.

Fonte: Rede de Informação Maizirat desde El Aaiún. 

Sem comentários:

Publicar um comentário