quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Marrocos: o pesadelo Chris Coleman




A causa saharaui recebeu um inesperado aliado. É marroquino e diz chamar-se Chris Coleman. Este hacker está sacudir o Reino de Marrocos ao revelar documentos sensíveis e confidenciais (emails, ordens de transferência, telegramas secretos e outra correspondência oficial). Entre outras coisas deu a conhecer subornos a jornalistas franceses, norte-americanos e britânicos por parte da inteligência marroquina. Dois deles são Richard Miniter e Joseph Braude, que nas suas “análises”, tratavam de transmitir falsamente à opinião pública norte-americana que os saharauis tinham ligações com o “terrorismo jihadista”. Os documentos filtrados indicam que receberam dezenas de milhares de dólares.

Denominado como o “Snowden marroquino”, desde princípios de outubro este desconhecido inundou as redes sociais com twitts repletos de informação confidencial. Os documentos revelam também que Marrocos e a ONU, respaldada agora pelos EUA, vivem uma espécie de borrasca permanente por causa do Sahara Ocidental. É a primeira vez que documentos secretos são revelados assim, e ainda por cima estão relacionados com a questão estratégica do Sahara. Não há dúvida que este génio da informática está dando muitas dores de cabeça aos dirigentes do Makhzen.

Fonte: Vidasolidaria.com


Sem comentários:

Publicar um comentário