quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Menor preso e torturado no Sahara Ocidental ocupado por Marrocos


30/11/2016 - Jamal Essallami, um adolescente saharaui nascido a 10 de Outubro de 1999, foi detido no passado dia 27 de Novembro durante uma concentração organizada por jovens saharauis que reivindicavam o direito à autodeterminação.

Jamal encontrava-se no domingo passado no bairro Maatalla, em El Aaiún, capital do Sahara Ocidental ocupada por Marrocos, na companhia de um grupo de jovens manifestantes quando foi brutalmente detido e encarcerado pelas forças policiais marroquinas.

Na prisão foi muito maltratado e obrigado, sob tortura, a assinar uma confissão redigida pela polícia marroquina.

O denominado procurador do rei, cargo que designa o acusador de justiça marroquina, decidiu acusá-lo pelo que o jovem será julgado a 20 de Dezembro 2016 apesar de não ter cometido nenhum ato de violência e de ser menor de idade.

Foi solicitado às organizações internacionais de direitos humanos, Amnesty Internacional e Human Rights Watch, que condenem as práticas marroquinas e exijam a libertação de Jamal Essallami.


Fonte: diasporasaharaui blog

Sem comentários:

Publicar um comentário