segunda-feira, 8 de maio de 2017

Ativista saharaui Aminatu Haidar participou na homenagem a Miguel Portas


Miguel Portas, ex-eurodeputado português  foi um grande amigo do povo saharaui ,não apenas na sua ação política no Parlamento Europeu mas também na solidariedade que sempre demonstrou nas mais diversas ações e circunstâncias em defesa do direito do povo saharaui à autodeterminação e à independência.

Mais mediático foi o seu apoio e solidariedade à ativista saharaui dos Direitos Humanos Aminatu Haidar na sua greve de fome em finais do ano de 2009 denunciando a ocupação ilegal do Sahara Ocidental por Marrocos e contra a sua proibição de entrada no território.

Miguel Portas deixou-nos a imagem de um ser humano de ética e solidariedade que amava a vida e tentava viver de acordo com os princípios que defendia de um mundo mais justo e mais fraterno.

Neste quinto aniversário da sua morte o povo Saharaui recordá-lo-á sempre pela sua incansável luta pela liberdade, a justiça e a soberania dos povos.

Com estas palavras e este merecido reconhecimento se dirigiu Sábado Aminatu Haidar no ato que assinalou a homenagem a Miguel Portas e que contou com uma numerosa assistência.

O Tributo a Miguel Portas foi organizado pelo Bloco de Esquerda na Fundação José Saramago, onde estiveram a eurodeputada Marisa Matias, o sociólogo e político libanês, Rudolf El-Kareh, e a ativista e política espanhola Maite Mola.

Durante a sua estadia em Lisboa, Aminatu Haidar visitou a Sede da Assembleia da República e concedeu uma entrevista a uma rádio portuguesa.


Sem comentários:

Publicar um comentário