quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

VIII Congresso da União Nacional das Mulheres Saharauis elege Minetu Larabás Suedat para SG da organização










O VIII Congresso da União Nacional das Mulheres Saharauis elegeu Minetu Larabás Suedat como nova Secretária-Geral da UNMS para um novo mandato de quatro anos.

A nova SG da UNMS, que substitui Fátma Mehdi no cargo, obteve 184 dos sufrágios, enquanto a sua oponente Nan-na Labàt Rachid obteve 121 dos votos.
A Presidente da Comissão Eleitoral, em seu discurso, elogiou o espírito que caracterizou o processo eleitoral, bem como a responsabilidade no debate e nas deliberações durante o congresso.

A nova Direção da UNMS passa assim a ser constituída:
Secretária-geral: Minetu Larabás Suedat

Secretárias-gerais a nível regional:
-Wilaya de Dakhla: Mariam Chej Mohamed
-Wilaya de Smara:Enguilla Salem Daf
-Wilaya de Auserd: Sidiya Hafed
-Wilaya de Aaiún: Tachla Bachri
-Wilaya de Bojador: Fatma Elgalia

Membros do Comité Executivo da UNMS:
Raabub Barca
Chàba Seini
Dih Mohamed Chadad
Mul-la Beiba Saleh
Emeimha Salimeya
Nayat Haya
Nan-na Labàt Rachid
Nura Ban-na Ba`ha
Fatimetu Hasan-na Brahim
Mahyuba Mohamed Saleh

Concluiram este segunda-feira na wilaya de Auserd os trabalhos do VIII Congresso da UNMS, Mártir Sidam-mi Mojtar Mohamed, após um debate de três dias sobre questões relacionadas com a participação política das mulheres saharauis, a experiência do Estado saharaui em vários domínios e outros temas de interesse. O congresso decorreu sob o slogan "Juntos marchamos rumo à vitória e à libertação” e contou com a participação de 500 delegados de várias representações de mulheres saharauis e representação das zonas ocupadas e de mais de 150 organizações internacionais de mulheres, bem como meios de comunicação nacionais e estrangeiros.

Quem é Minetu Larabas Suedat
Minetu Larabas Suedat é uma jovem saharaui, ativista dos Direitos dos Africanos em geral e líder em organizações de orientação política saharaui. Com cerca de 34 anos, é licenciada em Filologia Inglesa numa universidade argelina, tendo integrado a direção da Organização Internacional da Juventude (iuys).
Nascida nos campos de refugiados saharauis, durante os anos de guerra após a invasão militar marroquina do Sahara Ocidental, trabalhou na desminagem do Sahara Ocidental.





Sem comentários:

Publicar um comentário