terça-feira, 18 de outubro de 2016

“Casos de tortura são frequentes em Marrocos” afirma Relator Especial para a Tortura da ONU




Em conferência de Imprensa esta tarde, o Relator Especial para a Tortura das Nações Unidas, o argentino Juan Mendez, foi questionado pelo jornalista de Innercitypress, Matthew Russel, sobre os casos de tortura em Marrocos e no Sahara Ocidental.

O jornalista focou em especial o caso dos presos políticos saharauis e o grupo de Gdeim Izik.

Mendez respondeu que a prática da tortura em Marrocos está confirmada e é usual.
Há indícios óbvios de casos de tortura, disse, apesar de não falar de casos concretos nem dossiers abertos.

Em relação a uma possível visita a Marrocos e Sahara Ocidental respondeu que, até agora, a visita de seguimento que pretendia fazer não foi possível e as tentativas para a realizar não têm tido sucesso. Referiu ainda que a visitar Marrocos iria obviamente visitar também ao Sahara Ocidental.


Fonte: Por un Sahara Libre

Sem comentários:

Publicar um comentário