domingo, 16 de abril de 2017

Protestos saharauis nas cidades ocupadas de El Aaiún e Smara em apoio aos presos políticos, com dezenas de feridos





16 abril, 2017 - El Aaiún/Territórios ocupados Sahara Ocidental. A agência saharaui SPS relatou na sua edição de ontem sábado 15 de Abril de, 2017 as manifestações que decorreram naquelas cidades desde as 18horas. As manifestações reivindicavam a libertação dos presos políticos saharauis nas prisões do regime marroquino e o fim da ocupação militar.

Os manifestantes responderam ao apelo realizado na semana passado pela Coordenadora das Atividades de Direitos Humanos no Sahara Ocidental, territórios ocupados.

A fonte cita que as forças de ocupação marroquinas ocuparam desde as primeiras horas de sábado as ruas e a avenida principal de El Aaiún proibindo o acesso a estas.

A brutal atuação do aparelho repressivo marroquino segundo fontes dos ativistas de direitos humanos saharauis causaram mais de 50 feridos entre os manifestantes, como é o caso do presidente do CODAPSO, o ex-preso político Mohamed Daddach Prémio Rafto dos DDHH norueguês, o ex-preso político Dafa Ahmed Babu, o defensor dos direitos humano Abdelaziz Abiyay e as ativistas Embarkalina Ebaali, Marian Burhimi, Azeiza Beiza… A polícia marroquina também agrediu o jornalista saharaui Ahmed Salim e confiscou-lhe a sua máquina fotográfica.


Estes levantamentos contra a administração de ocupação marroquina estendeu-se à cidade saharaui de Smara, onde dezenas de manifestantes saíram ontem sábado em protesto pacífico, empunhando pancartas e bandeiras saharauis em todos os bairros da cidade para protestar contra a ocupação, a sua política de marginalização, violação dos direitos humanos exigindo a libertação dos presos políticos saharauis nos cárceres marroquinos.

Fonte: Diario La Realidad Saharaui, DLRS  16/04/2017
Fotos: Defensores de DDHH saharauis e Equipo Media

Sem comentários:

Publicar um comentário