segunda-feira, 8 de abril de 2013

Western Sahara Resource Watch denuncia exploração das reservas de água subterrâneas do Sahara Ocidental




O Western Sahara Resource Watch (WSRW) denuncia a exploração das reservas de água subterrâneas do Sahara Ocidental pela industria agrícola marroquina.

Segundo o WSRW, os proprietários das grandes plantações agrícolas em redor da cidade de Dakhla recorrem à perfuração de poços, uma prática que ameaça os lençóis de água subterrâneos da região.

Os recursos de água não renováveis no território ocupado por Marrocos, podem ser completamente esgotados no longo prazo, diz o WSRW.

A organização acusa a indústria agro-alimentar da cidade de Dakhla de violar as leis que regem a utilização de águas subterrâneas, citando testemunhas locais segundo os quais os proprietários das explorações agrícolas efetuam a perfuração de poços sem permissão.

A pilhagem dos recursos naturais do Sahara occidental é regularmente denunciada pelas associações de direitos humanos no Reino Unido.

Recentemente, o representante da Organisation Western Sahara Campaign, Tom O’bryan, indicou que a pilhagem de recursos naturais do Sahara Ocidental constituía um "entrave ao processo de paz na região". 
Além disso, quatro grandes cadeias alimentares suecas, declararam em fevereiro passado, que iriam cessar a comercialização de produtos oriundos do Sahara Ocidental ocupado, falsamente etiquetados como produtos marroquinos.

 (SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário