quarta-feira, 24 de junho de 2020

García-Margallo, ex-MNE espanhol, reconhece o uso de emigração ilegal por parte de Marrocos para chantagear Espanha e condicionar a sua política exterior.


 García-Margallo, antigo ministro dos Negócios Estrangeiros do Governo PP liderado por Mariano Rajoy e actualmente eurodeputado por este partido, reconhece pela primeira vez o uso da emigração ilegal por parte de Marrocos para chantagear Espanha e condicionar a sua política externa.

O dirigente do Partido Popular, García-Margallo y Marfil, ex-Ministro de Relações Exteriores e Cooperação do Governo da Espanha do PP de 2011 a 2016, reconheceu pela primeira vez numa entrevista ao programa En Cerrados apresentado por Alberto Benzaquén, o uso de imigração ilegal por Marrocos e a pressão na fronteira para chantagear Espanha e impôr condições.

Sem comentários:

Publicar um comentário