sábado, 30 de março de 2013

Governo do Estado de Bremen concede prémio a Aminetu Haidar




A ativista saharaui e presidente do coletivo "CODESA" do Sahara Ocidental, foi galardoada com o 13º  Prémio da Solidariedade que o Governo do Estado de Bremen  concede a personalidades que tenham distinguido pelos seus compromissos com a liberdade, democracia e os direitos humanos e contra o colonialismo e o racismo no Mundo.
                                                            
O jurado alemão concedeu o prémio a Haidar pela sua trajetória na luta pacífica por uma solução do conflito saharaui e pela sua defesa dos direitos humanos dos saharauis nos territórios ocupados.

O prémio de 10.000 euros será entregue em cerimónia no Salão do Governo na cidade de Bremen. O prémio foi concedido a personalidades célebres como Nelson Mandela, entre outros.

Aminetu Haidar tem recebido vários prémios internacionais, como reconhecimento da sua trajetória na defesa dos Direitos Humanos no Sahara Ocidental.

Em 2005 foi designada pelo Parlamento Europeu candidata ao premio «Sakharov», uns dias depois da sua detenção na cidade ocupada de El Aaiún. Em maio de 2006 recebeu em Madrid o V Prémio Juan María Bandrés pela defesa do direito de asilo e da solidariedade com os refugiados, que lhe foi concedido pela Comisión Española de Ayuda a los Refugiados (CEAR). Em 2007 recebeu o prémio austriaco «Silver Rose Award» atribuído anualmente aos defensores dos Direitos Humanos de todo el mundo, entre outros.

SPS

Sem comentários:

Publicar um comentário