domingo, 16 de outubro de 2016

Polisario apela à França que adopte posição “positiva” para a solução do contencioso saharaui



Dakhla (acampamentos de refugiados saharauis), 16/10/16 (SPS) – O membro do Secretariado da Frente Polisario e primeiro-ministro, Abdelkader Taleb Omar, pediu este Sábado à França que adopte uma posição “positiva” em relação à questão do Sahara Ocidental, instando-a a deixar de apoiar as teses coloniais de Marrocos no Sahara Ocidental, a última colónia em África, em relação ao inacabado processo de descolonização.

O chefe do Governo saharaui sublinhou durante o encerramento da 13ª edição do Festival Internacional de Cinema do Sahara Ocidental (FisShara), que a França está confrontada a pôr fim ao seu apoio à ocupação ilegal de Marrocos do Sahara Ocidental, pedindo por outra parte a Espanha que assuma as suas responsabilidades históricas e éticas para com o povo saharaui, já que  segundo o disposto pelo direito internacional continua a ser a potencia administrante do território.

A realização desta edição do Fesival, segundo as palavras do primeiro-ministro saharaui, tem lugar em circunstâncias excepcionais marcadas pela recente escalada da intransigência de Marrocos e as suas repetidas violações do cessar-fogo firmado em 1991 entre as partes em conflito (a Frente Polisario e Marrocos) na zona libertada de Elguergarat, a sudoeste do Sahara Ocidental.

“Fazemos um apelo ao Conselho de Segurança da ONU que atue para deter a tensão e a provocação e que exerça pressão sobre Marrocos para que respeite a legitimidade internacional e evitar um retorno às hostilidades na região”, afirmouTaleb Omar.


O primeiro-ministro reiterou a determinação do povo saharaui de continuar a sua luta legítima para alcanzar os seus direitos legítimos à liberdade e à independência de todo o território da República Saharaui.

Sem comentários:

Publicar um comentário