quarta-feira, 1 de abril de 2020

Faleceu Mhamed Jaddad (Mohamed Khaddad): a luta pela independência do Sahara Ocidental foi o combate de toda a sua vida




01 de Abril de 2020 - Faleceu hoje, quarta-feira, Mhamed Jaddad (Mohamed Khadad), membro do Secretariado Nacional da Frente POLISARIO, coordenador saharaui junto da Missão das Nações Unidas para o Referendo no Sahara Ocidental (MINURSO) e elemento preponderante nas negociações com o Reino de Marrocos que ocorreram ao longo das últimas décadas, antes e depois do cessar-fogo entre as duas partes beligerantes (1991). Mhamed Ould Jaddad Ould Musa morreu na sequência de uma longa luta contra a doença incurável que o viria a vitimar.

A Presidência da República Árabe Saharaui Democrática (RASD) decretou uma semana de luto nacional em todo o território.

Uma vida consagrada à luta pela independência nacional
Mhamed Jaddad juntou-se às fileiras da Frente Polisario muito cedo, quando era ainda muito jovem, logo que conheceu o fundador e líder espiritual saharaui El Luali Mustafá Sayed (falecido em combate a 9 de junho de 1976).
Como diz o comunicado da Presidência da RASD “o povo saharaui perdeu um dos seus homens mais honrados, leais e comprometidos com o objectivo principal dos mártires, dos combatentes e líderes da Frente Polisario que acompanharam a marcha saharaui desde o seu início, com toda sinceridade, seriedade, sacrifício e generosidade”.
Mhamed Jaddad (Mohammed Khadad) - adianta o comunicado “não parou por um único momento — mesmo sofrendo a doença incurável, pacientemente e obstinadamente —, de servir a causa nacional, contribuindo com a sua vasta experiência, rica em dados e profundo entendimento da realidade nacional no contexto do cumprimento de seu dever, com toda a sua força e determinação”.
Todos aqueles que, em Portugal, acompanharam e se mobilizaram solidariamente com a luta de libertação do Povo Saharaui desde 1975 tiveram a oportunidade de conhecer e conviver com Mhamed Jaddad (Mohamed Abdelfatah, era então o seu nome de clandestinidade) ao longo de todos estes anos, durante múltiplas as visitas que ele fez ao nosso país para informar e sensibilizar as autoridades e forças políticas portuguesas para o sofrimento do seu povo.
Para além de um lutador incansável e determinadíssimo, Jaddad cedo impressionou todos os que o conheceram pela sua inteligência, capacidade política e diplomática, conhecimento profundo da realidade internacional. Para todos nós que o conhecemos, mais do que o militante e líder político, Mhamed Jaddad foi, desde sempre e ao longo de toda sua vida, um leal e profundo amigo, que agora nos deixa uma irreparável saudade.
A Associação de Amizade Portugal - Sahara Ocidental envia à sua família, à Frente Popular do Saguia El Hamra e Rio do Ouro (Frente POLISARIO), e ao Povo Saharaui as suas mais profundas e sentidas condolências.

Sem comentários:

Publicar um comentário