sexta-feira, 29 de abril de 2011

5.ª Jornadas das universidades públicas madrilenas sobre o Sahara Ocidental


Decorrem a 11 e 12 de Maio e adoptaram o lema - "Sahara Ocidental: novo tempo árabe, mesmos direitos. Descolonização e Direitos Humanos"

As universidades públicas madrilenas — Universidad Complutense, Universidad de Alcalá de Henares, Universidad Politécnica, Universidad Carlos III, Universidad Rey Juan Carlos e Universidad Autónoma —, no âmbito da Plataforma de Universidades Públicas Madrilenas pelo Sahara Ocidental, organizam nos dias 11 e 12 de Maio de 2011, as V Jornadas Universitárias pelo Sahara Ocidental.

O encontro terá lugar no Círculo de Belas Artes de Madrid, e a sua coordenação é da responsabilidade da Universidade Autónoma de Madrid, através da Oficina de Acción Solidaria y Cooperación, dependente do Vice-reitorado de Relaciones Institucionais e Cooperação.

O objectivo das Jornadas consiste em abrir um espaço público — universitário — de reflexão, de debate e de sensibilização – que congregue especialistas, jornalistas, políticos, membros de ONG, activistas de Direitos Humanos, entre outros.

Nos últimos meses o mundo árabe assistiu a  uma vaga de mudanças impulsionadas pela mobilização da sociedade civil. A reivindicação por maiores graus de democracia, maior respeito pelos Direitos Humanos e a melhoria de condições de vida colocaram em cheque os regímenes estabelecidos. O conflito do Sahara Ocidental, bloqueado desde há mais de 35 anos, não pode ficar à margem desta onda de mudança nem dos discursos produzidos pelas grandes potência no âmbito deste contexto. A 5.ª Edição das Jornadas pretende reflectir sobre a ligação entre este novo tempo árabe e o conflito do Sahara Ocidental, assim como analisar as consequências que as revoluções árabes podem ter para o Sahara Ocidental.

Sem comentários:

Publicar um comentário