sexta-feira, 10 de maio de 2013

Secretário-Geral da Frente POLISARIO assegura que a política de "intimidação e terror praticada por Marrocos fracassou



Acampamentos de refugiados saharauis- 10/05/2013  - O presidente da República Saharaui,  e Secretário-Geral da Frente Polisario, Mohamed Abdelaziz, afirmou hoje, sexta-feira, na província El Aaiún, nos acampamentos de refugiados saharauis, que "a política de intimidação e terror praticada  pelo Estado marroquino contra o povo saharaui fracassou” e que  este  período já " passou de uma vez por todas”.

Durante o seu discurso nos festejos do 40 º aniversário da fundação da Frente Polisario, o presidente saharaui referiu que "as massas saharauis que saíram à rua nas recentes manifestações de 4 de maio nas cidades ocupadas do Sahara Ocidental, especialmente El Aaiún,  Smara e Bojador, quiseram afirmar a Marrocos e ao mundo inteiro a adesão do povo saharaui  ao "princípio da construção de um Estado independente, quaisquer que sejam os sacrifícios”.

O SG da Polisario afirmou que estes "40 anos de luta foram marcados por tragédias e sofrimento, conquistas e vitórias e demonstram a capacidade do povo saharaui em adaptar-se à situação e à mudança, o que evidencia a inevitabilidade da vitória."

Os festejos do 40.º aniversário da Frente Polisario tiveram início hoje na wilaya de El Aaiún, nos acampamentos de refugiados saharauis, e durarão dois dias. Neles tomam parte representantes de organizações e partidos políticos, personalidades, diplomatas e jornalistas.

Segundo os organizadores, a ampla participação internacional no evento reflete o grande interesse e apoio à causa saharaui.

A fundação da Frente Polisario teve lugar no seu primeiro congresso, a 10 de maio de 1973, efetuado sob o lema "Con el Fusil arrebataremos la  libertad", tendo, dez dias mais tarde, a 20 de maio, ocorrido a primeira operação militar contra o  colonialismo espanhol, com um ataque ao posto de El Janga .

(SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário