domingo, 12 de maio de 2013

Secretário-Geral da Polisario apela a que prossigam as "manifestações de independência"




O presidente da RASD e SG da Frente POLISARIO, Mohamed Abdelaziz, incitou hoje os saharauis a que se manifestem nas cidades sob controlo marroquino e que continuem as "manifestações de independência" para exigir a realização de um referendo de autodeterminação.

"Animamo-los e estamos orgulhosos" deles, disse Abdelziz numa conferência de imprensa realizada na Residência Presidencial da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), situada no acampamento de refugiados de Rabouni, na província meridional argelina de Tindouf.

Para Abdelaziz, estas "manifestações pacíficas de independência" inserem-se na "Intifada pela independência" que, segundo afirmou, teve início em 2005.

O dirigente saharaui pediu "às forças políticas espanholas e em especial ao Governo de Rajoy a assumir o seu dever e a sua responsabilidade", em relação à causa saharaui.

O máximo dirigente da Polisario, que insistiu que a única solução para o conflito com Marrocos passa pela realização de um referendo de autodeterminação, insistiu rem que o Governo de Espanha deve abandonar a sua política "de um passo à frente e dois atrás" e apelou-o a aproveitar a "oportunidade do momento".

Abdelaziz também laçou um apelo aos meios de informação espanhóis pedindo-lhes que viajem a El Aaiún para cobrir os acontecimentos e o que definiu como violações dos direitos humanos por parte de Marrocos.

"Onde estão os meios espanhóis?", Preguntou o veterano líder do movimento independentista.

EFE

Sem comentários:

Publicar um comentário