domingo, 17 de março de 2013

6% das crianças saharauis morre de desnutrição – afirma especialista



Cerca de 6% das crianças saharauis morrem de desnutrição em consequência da ocupação colonial marroquina, afirmou sábado o diretor do hospital nacional saharaui Bachir Saleh, professor Uld Hnia Fodhil, durante a receção a um grupo de estudantes argelinos  residentes em França.

 Acrescentou que entre 7000 e 8000 crianças saharauis são enviadas anualmente a  países europeus para diagnóstico de enfermidades indecorosas, incluindo a SIDA. "Todos os anos, enviamos aos países europeus, como a Alemanha, França e Espana, entre outros,  7000 a 8000 crianças para análises médicas para prevenir enfermidades contagiosas, como a SIDA, mas felizmente não se têm apresentado casos  nos acampamentos ", afirmou .

"Tratamos todos os doentes no hospital, mas quando os casos se complicam ou se agrava a sua situação médica, são enviados para a Argélia ou para hospitais espanhóis", referiu.

O Hospital Nacional saharaui entrou em serviço em 1998. Conta hoje com um grupo de 12
médicos e 120 camas. Inclui vários serviços, como ginecologia e dermatologia.

(SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário