segunda-feira, 22 de abril de 2013

A traição de Margallo: ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol ao serviço de Marrocos?


García-Margallo e Mariano Rajoy com o rei de Marrocos

A CEAS-Sáhara, em representação da solidariedade espanhola com o povo saharaui,  manifesta a sua total repulsa e a sua mais contundente denúncia e repúdio pela atitude e declarações expressas pelo Ministro de Assuntos Exteriores do Governo de Espanha Sr. García-Margallo acerca da possibilidade de serem ampliadas as competências da MINURSO à proteção e defesa dos direitos humanos da população saharaui. Um pedido que é consequência das recomendações recolhidas nos diferentes relatórios elaborados por distintos organismos independentes a nível internacional incluindo o dos próprios funcionários da ONU, como o apresentado pelo Relator especial contra a tortura e outros tratamentos cruéis e inumanos, Sr. Juan E. Méndez.

A sua consideração de “inviáveis” para estas medidas contradiz a pretensa neutralidade e apoio do Estado espanhol à estratégia promovida pela ONU para a resolução deste conflito e constitui mais um abandono da responsabilidade a que a Espanha lhe corresponde como potência administrante do território e, como tal, responsável pelo futuro dos seus habitantes.

A sua atitude abertamente parcial e pro-marroquina diz-nos, uma vez mais, que não podemos sentir-nos representados por um ministro como o senhor García Margallo, que adotando atitudes que o colocam ao serviço de interesses alheios aos do seu país e como responsável de ações que mais não fazem que deteriorar a imagem externa de Espanha, significam que não podamos admitir nem consentir uma semelhante posição política a uma pessoa que se atreve a afirmar que não se deve impor a Marrocos o respeito pelos DDHH no Sahara Ocidental.


EXIGIMOS A IMEDIATA RETRATAÇÃO OU DEMISSÃO DO MINISTRO MARGALLO!!

Sem comentários:

Publicar um comentário