domingo, 14 de abril de 2013

Direito do povo saharaui à autodeterminação tema de conversações entre a F. Polisario e funcionários britânicos

M’Hamed Khaddad

O direito do povo saharaui à autodeterminação e a situação dos direitos humanos nos territórios ocupados foram o tema central das conversações mantidas esta sexta-feira, entre M’Hamed Khaddad, membro do Secretariado Nacional da Frente Polisario e coordenador  saharaui junto da MINURSO, com funcionários britânicos durante a sua visita ao Reino Unido.

M’Hamed Khaddad foi recebido no Ministério dos Negócios Estrangeiros, e reuniu com representantes do Grupo Parlamentar para o Sahara Oicental e com ONGs que trabalham pelos direitos humanos nos territórios ocupados.

"A Grã-Bretanha segue com interesse a situação nos territórios ocupados, no âmbito do debate no Conselho de Segurança da ONU e através dos seus parceiros na região", afirmou o diplomata saharaui à agência argelina APS.

Khaddad destacou a campanha levada a cabo esta ano no Reino Unido por diversas ONGs, entre elas a Western Sahara Campaign, que é membro do Fórum Internacional de Ação para o Sahara Ocidental, e cuja finalidade é garantir a ampliação do mandato da MINURSO para monitorizar os direitos humanos no Sahara Ocidental.

Khaddad insistiu, uma vez mais, que a solução pata o conflito do Sahara Ocidental deve realizar-se na base  da organização de um referendo libre e transparente sob a supervisão da ONU.

"A União Africana (UA) aprovou uma resolução nesse sentido na sua última cimeira em Addis Abeba", recordou o diplomata saharaui.

 (SPS)

Sem comentários:

Publicar um comentário