terça-feira, 9 de abril de 2013

30 saharauis 'transfugas' pedem perdão ao Povo Saharaui



A Equipa de Radio Maizirat, nos territórios ocupados do Sahara Ocidental, recebeu uma Carta Aberta de um grupo de 30 saharauis - de quem as autoridades Marrocos se vangloriavam de terem “retornado à Mãe Pátria” -, pedindo ao Povo Saharaui que lhes perdoe os atos que levaram a cabo, “não por atentar contra a Pátria, mas por razões sociais, económicas e psicológicas convincentes”. E expressam o seu anseio infinito pela Pátria.

Afirmam que o ocupante marroquino nunca os considerou como cidadãos, mas como simples peões, a quem manipulou a seu bel-prazer, e de quem se aproveitou informativamente apenas para sabotar o projeto da Frente POLISARIO.

Afirmam que continuarão a ser soldados leais a Allah, à Nação, à Revolução Saharaui e aos homens e mulheres que deram a vida por esta Causa.

Finalmente, expressam o seu anseio a obter o perdão de Deus e do Povo e asseguram que, apesar de tudo, a Pátria sempre estará nos seus corações.

A Equipo de Maizirat, escusa-se a publicar a carta e a lista dos signatários para evitar possíveis represálias por parte das autoridades marroquinas.

A Equipa de Radio Maizirat felicita estes compatriotas “pela sua valentia e seu patriotismo” e deseja que os restantes saharauis, que em tempos foram “trânsfugas”, peçam perdão e reconheçam o seu erro.

Fonte: Rede Radio Maizirat

Sem comentários:

Publicar um comentário