terça-feira, 16 de abril de 2013

Sahara/EUA : Estado marroquino anula operação militar conjunta African Lion 2013

  
Marrocos parece querer experimentar um braço de ferro com a administração Obama. Segundo notícia do jornal online Lakome: “O comando militar marroquino deu instruções para suspender a Operação African Lion 2013. Uma possível medida de «retaliação» após a decisão de Washington de estender o mandato da MINURSO à vigilância dos direitos humanos no Sahara.

“A pressão aumenta entre Rabat e Washington” refere o jornal. “No seguimento da decisão dos EUA de pedir a extensão do mandato da MINURSO à vigilância dos direitos humanos ao Sahara e a Tindouf, o Palácio retalia”.

A notícia prossegue : « Lakome soube, com efeito, de fonte próxima do dossiê que não quis ser identificada, que o comando militar marroquino acaba de enviar instruções para suspender o lançamento da operação militar African Lion 2013, prevista para este mês na região de Agadir. Washington aguarda ainda uma notificação oficial das autoridades marroquinas mas começou a organizar já a logística para o repatriamento de material e homens.



African Lion é uma importante operação anual de exercícios militares conjuntos entre as FAR e as forças armadas americanas. Cerca de 1400 militares dos EUA estavam estacionados este mês de abril em Agadir.

Com esta suspensão, o palácio parece querer fazer pressão sobre Washington capitalizando a importância estratégica regional adquirido pelo reino. Atitude arriscada, porque de dois gumes para Marrocos, caso os Estados Unidos se recusarem a ceder e decidam reconsiderar as suas alianças...

Fonte: fr.lakome.com

Sem comentários:

Publicar um comentário